Comprovando a missão de educar para formar pessoas capacitadas e comprometidas com o desenvolvimento social, os egressos do Curso de Administração do UNICURITIBA e sócios-diretores da Celero Terceirização Financeira, João Betenheuser e João Tosin inscreveram seu projeto para o 11º Prêmio Ozires de Empreendedorismo Sustentável e levaram o 1º lugar na categoria Empreendedorismo Econômico, na modalidade Empresa de Micro e Pequeno Porte.

O projeto surgiu com o objetivo de auxiliar pequenas e médias empresas a atingir melhores resultados por meio da terceirização financeira. Fundada em 2014, a Celero começou dentro de uma sala de aula, na disciplina de Administração Estratégica, ministrada pelo Prof. Sérgio Itamar. “Fomos desafiados a criar algo novo e de impacto. Assim, incentivados pelos professores, decidimos colocar em prática e em pouco tempo conseguimos nosso primeiro cliente. Desde então, o produto foi se desenvolvendo até o modelo atual”, diz Betenheuser.

Tosin conta que sem dúvidas, a capacidade técnica adquirida durante a graduação, principalmente nas disciplinas relacionadas à Finanças, possibilitaram o desenvolvimento do projeto. “Os professores nos incentivaram muito. Algumas vezes até fora da sala de aula, por telefone ou até mesmo nos corredores”.

Sobre a premiação, Betenheuser relembra de uma palestra ministrada por Ozires Silva nos tempos de faculdade. “Ele é uma das personalidades mais importantes de nosso país. Na palestra ministrada por ele no UNICURITIBA em 2014, tivemos a oportunidade de conhecê-lo e cada segundo do evento serviu como combustível para nos dedicarmos cada vez mais. Ser o 1º colocado na categoria Empreendedorismo Econômico é incrível. Estamos muito felizes pelo reconhecimento do trabalho e de todos os envolvidos no projeto”, afirma.

De acordo com Tosin, a ótima relação entre mestres e alunos possibilita o desenvolvimento de ideias e de profissionais. “Aos colegas que pretendem empreender fica a frase mais impactante que o Ozires nos disse na palestra em 2014: siga em frente, apesar de tudo”, destaca.

Além dos egressos, estiveram entre os finalistas duas equipes formadas por alunos dos cursos de Administração e Relações Internacionais. João Pedro Carvalho, Daniel Oliveira, João Sassi, Nathalia Nunes e Victor Sari apresentaram o projeto Conforto em Raízes, na categoria Empreendedorismo Ambiental, com a proposta de coletar paletes e transformar em móveis confortáveis; e Francisco Prado apresentou o trabalho #VocêViu?, na categoria Empreendedorismo Social, que tem por objetivo fortificar e empoderar o esporte paraolímpico no Brasil e no mundo.