Uma pesquisa inédita, realizada pelo projeto Open Box da Ciência, apresentou, na última semana, as 250 mulheres brasileiras que se destacam na atuação científica. Entre elas está a coordenadora do Programa de Mestrado e Doutorado do UNICURITIBA, a Profa. Viviane Coêlho de Séllos-Knoerr, classificada entre as 23 pesquisadoras de destaque nacional em Ciências Sociais Aplicadas.

Além de ser professora e coordenadora, Viviane possui um vasto currículo: pós-doutorado em Direitos Humanos pelo Ius Gentium Conimbrigae da Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra-Portugal; doutorado em Direito do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo; mestrado em Direito das Relações Sociais pela mesma instituição; graduação em Direito pela Universidade Federal do Espírito Santo. É também membro da Sociedade Paranaense de Letras e do Instituto dos Advogados do Paraná.

Suas áreas de atuação são responsabilidade social das empresas, cidadania e ética, tutela de direitos difusos e coletivos, entre outras. Ela já recebeu menção honrosa da Assembleia Legislativa do Paraná e uma honraria pelos relevantes prestados à OAB/SP pelo período em que trabalhou no órgão.

Sobre o projeto Open Box da Ciência
O Open Box da Ciência foi uma iniciativa da Gênero e Número, organização de mídia no Brasil orientada por dados que qualificam o debate sobre equidade de gênero, e tem como objetivo dar visibilidade à atuação de mulheres no meio científico nacional. As pesquisas e os perfis das pesquisadoras estão reunidos em uma plataforma digital, de conteúdo aberto e interativo, com visualizações de dados e reportagens que narram suas trajetórias a partir de um recorte de gênero, indicando referências femininas para chegar a esse lugar de destaque e revelando desafios vencidos.

Para chegar ao grupo, foi aplicada uma metodologia de extração e análise de dados da plataforma Lattes. Usando critérios da Capes para conceder bolsas de apoio à pesquisa, um algoritmo foi desenvolvido para listar todas as pesquisadoras com doutorado.