Diploma de ensino superior aumenta empregabilidade e renda, mostra pesquisa

A chegada do coronavírus transformou as relações no mundo, abalou segmentos e reafirmou a importância de muitos deles. Mesmo diante das incertezas que vão permear nossas vidas pós Covid-19, há de se afirmar que a formação acadêmica tende a ser ainda mais valorizada.

Com a escassez de vagas em um cenário de instabilidade econômica, o diploma de ensino superior tende a ser ainda mais importante para se tornar um candidato competitivo no mundo do trabalho. A mesma lógica vale para aqueles que querem permanecer em suas vagas.

As pesquisas mostram que, desde o início da pandemia, os trabalhadores com menor nível de escolaridade sofrem mais fortemente o impacto da diminuição dos postos de trabalho. E este, infelizmente, tende a ser um efeito sentido num futuro próximo.

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a população ocupada mais escolarizada – com nível superior – continua aumentando, enquanto todas as demais faixas de escolaridade sofreram perdas significativas nos últimos anos.

Um levantamento feito pela FGV/ Instituto Brasileiro de Economia (IBRE) mostrou que o número de trabalhadores com até três anos de estudo caiu 20,6% na média em 2020, na comparação com o ano anterior. Já no grupo que possui entre 8 e 10 anos de estudo, a queda foi menor, de 15,9%. Todavia, os trabalhadores mais escolarizados, que possuem diploma de ensino superior, tiveram um acréscimo de 4,8% de postos de trabalho.

No Brasil, o diploma universitário também permite que o profissional tenha salários mais altos, muito mais do que em países desenvolvidos como Estados Unidos e Canadá, onde os graduados têm uma renda próxima dos que estudaram apenas até o Ensino Médio.

Segundo a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o retorno salarial para quem possui ensino superior no Brasil é maior do que em todos os 36 países que fazem parte da organização.

UNICURITIBA tem excelência de ensino

Convencido de que este é o momento ideal para investir numa graduação, saiba que umas das opções de muita qualidade é o UNICURITIBA. A instituição possui mais de sete décadas de história e excelência no ensino conquistada ao longo dos anos com a implementação de um projeto pedagógico inovador.

Estão disponíveis em seu portfólio 54 cursos de graduação em diferentes áreas do conhecimento. Hoje, a instituição possui cerca de 5.200 alunos matriculados em duas unidades: Milton Vianna e Pinheirinho. Os campi dispõem de toda a infraestrutura para permitir que os alunos tenham acesso aos desafios reais da profissão. Entre os equipamentos estão a Clínica de Odontologia, Laboratório de Nutrição e Clínica de Medicina Veterinária.

Ao mesmo tempo que esses espaços permitem atividades práticas e enriquecem a formação do aluno, garantem atendimento à comunidade, possibilitando que a universidade cumpra seu papel social.

Um dos cursos mais tradicionais do UNICURITIBA é o de Direito, que originou a história da instituição há 70 anos. De lá para cá, a graduação formou 15.300 bacharéis em Direito, alguns deles, inclusive, ganharam notoriedade nacional como ministros do Superior Tribunal de Justiça e na Câmara dos Deputados. A qualidade do ensino é refletida, inclusive, em altos índices de aprovação no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil.

Outro pilar de destaque da instituição é a pesquisa e a iniciação científica. Grupos formados por alunos e professores se desdobram para se aprofundar em temas e explorar inovações em diversas áreas do conhecimento, contribuindo com uma das importantes missões do ensino superior que é a produção de conhecimento.