Interessada em seguir carreira como delegada, aluna investe em curso de Criminologia do UNICURITIBA

  • Profissões

Bacharelado iniciado no ano passado estuda de forma abrangente o crime enquanto fenômeno social e fornece formação para profissionais que já estão no mercado

O Centro Universitário UniCuritiba iniciou no ano passado a primeira turma do curso de bacharelado em Criminologia. A graduação é inédita no Brasil e tem sido um diferencial entre os profissionais que desejam atuar na área.

Uma das alunas é Marcela Borges de Macedo, de 20 anos, que concomitantemente ao curso de Criminologia, cursa Direito, também no UniCuritiba Marcela quer seguir carreira como delegada e acredita que a formação será um diferencial em sua trajetória. 

“Entrei em Criminologia para ter uma especialização na área criminal, o que pode me trazer vantagens no momento de prestar um concurso. Fico muito orgulhosa em fazer parte da primeira turma do curso. A grade é muito bem estruturada e os professores têm nos ajudado bastante, estando presentes em todos os momentos”, afirma Marcela. Ela salienta o esforço do corpo docente em acolher os alunos no período de aulas remotas, necessárias por conta da pandemia. “Mesmo distantes, nos sentimos muito perto deles.” 

A carga horária da formação é de 2.400 horas, divididas em três anos com aulas presenciais no principal campus da Universidade, o Milton Vianna Filho. Fundamentada em três grandes eixos – Teorias Criminológicas; Política Criminal e Segurança Pública; e Ciências Forenses –  o curso estuda de forma abrangente o fenômeno que leva ao crime, os indivíduos que praticam essas ações, assim como as reações da sociedade e do Estado. 

Com a experiência de profissionais da área, os estudantes também têm a oportunidade de discutir propostas de gestão em políticas criminais, além de aprenderem técnicas de perícia, criminalística e investigação, com aulas práticas e em laboratórios.

“O curso é apaixonante. A disciplina que mais me chama a atenção é a que estuda a identificação criminal. Todo o conteúdo tem contribuído muito para a minha construção como profissional”, completa Marcela, que trabalha como estagiária da 13ª Vara do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Curitiba. 

O bacharelado do UniCuritiba trabalha bases de conhecimento em Direito, Psicologia, Medicina e Ciências Sociais. Segundo o coordenador do curso, Marco Aurélio Nunes da Silva, a interdisciplinaridade é fundamental para oferecer pontos de convergência de ideias. “A proposta é dar ao graduando uma formação diferenciada e abrangente para que ele possa atuar em diversas carreiras”, explica. 

Campos de atuação ampliam mercado de trabalho

Como criminólogos, os profissionais podem trabalhar em áreas como política criminal; segurança pública; pesquisa e análise; sistema carcerário e penitenciárias; investigação criminal nos setores público e privado, assim como em segurança privada. 

Marcela lembra que ainda é necessário batalhar pela regulamentação da profissão, mas alunos e professores do UniCuritiba têm conquistado espaço na sociedade ao ampliar o conhecimento sobre a área e sobre a importância da formação específica. 

“O curso de Criminologia não está ligado a uma área só, há um leque imenso. Estamos formando uma base sólida e fazendo um trabalho em equipe primoroso para mostrar o que a Criminologia aborda. Acredito que estejamos conseguindo mostrar um pouco dessa área que antes não era explorada”, afirma a futura criminóloga.

Seleção duas vezes ao ano

O ingresso para o curso de Criminologia se dá duas vezes ao ano, no primeiro e no segundo semestres. Para se candidatar, é preciso participar do vestibular tradicional do UniCuritiba ou utilizar a nota obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesse caso, é preciso obter média de 450 pontos nas provas objetivas e pelo menos 200 na redação. Caso o interessado já tenha diploma de ensino superior, não é preciso realizar provas adicionais.